terça-feira, 10 de março de 2009

Lei Maria da Penha


No dia 07 de março de 2009 ocorreu o primeiro Seminário Integrador para alunos e docentes do curso de Jornalismo no auditório da Fasul . O tema foi sobre a " Lei Maria da Penha".
Os convidados que participaram foram o Promotor de Justiça de Toledo, Giovani Ferri, a pesquisadora Dra.Zenaide Gatti, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Simone Ferrari e a coordenadora local da Campanha Mundial 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, Lina Viezzer.
Os assuntos abordados giraram em torno do perfil da mulher de hoje em relação a violência.

A Lei Maria da Penha, lei 11.340 entrou em vigor em 2006. De acordo com o Promotor Giovani Ferri no ano de 2008 na cidade de Toledo foram registrados 71 casos de violência doméstica, mas só 10% dos casos chegaram ao conhecimento das autoridades.
O promotor explicou que o que dificulta é o medo que muitas mulheres tem de denunciar o agressor devido á humilhação social que podem sofrer, pois há a dependência financeira do parceiro. E destacou " O perfil das vítimas é composto por mulheres que não frequentaram o ensino fundamental e que tem famílias totalmente desestruturadas."

A coordenadora local da Campanha 16 dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, Lina Viezzer falou sobre a Campanha e comentou sobre a "Central de Atendimento à Mulher e finalizou dizendo, " Ligue 180".

Já, Simone Ferrari falou sobre a estrutura da Secretaria de Atendimento a Mulher de Toledo e sobre os projetos para 2009 como a implantação da casa de abrigo para mulheres, a escola feminina de talentos e a implantação da Delegacia da Mulher. Esperaremos ansiosos.

5 comentários:

  1. aleimaria da penha~foi uma conquuistaque veio em boa hra
    ja que aa mulher vinha sofrendo toda o tipo de abuzos porparrte de seus companheiro e maridod sem ter como se defender
    ~~~´ infeliz mente muitas ainda não denunciam de medo de represália porque a lei no brasil é mais muitas vezes não é cumprida

    ResponderExcluir
  2. exatamente, diversas mulhers ainda tem muito medo de seus maridos! que como a lei no Brasil é lenta.. possam sofrer diversas agressoes ainda até que um processo realmente tramite.

    ResponderExcluir
  3. vanda adames biazus19/3/09 12:08 AM

    a lei maria da penha tambem criada, veio para libertar as mulheres de tamanhas agressoes e levar a serem mais respeitadas por seus maridos e companheiros muitas sofriam caladas por nao ter uma lei que as amparasse ate hoje muitas ficam temeroas de represálias uma vez o companheiro livre da prisão quando solto os ameaçam e muitas vezes nao contam com segurança que lhe proteja

    ResponderExcluir